NA SOS CORPO TIVEMOS ESTUDANTES DE
TODOS OS ESTADOS DO BRASIL E DO EXTERIOR

Temos uma maneira de você também

estudar nesta Escola, confira.

Siga a SOS Corpo

ENTRE EM CONTATO COM A ESCOLA

contatos@soscorpo.com.br

QUANDO UM CERTIFICADO TEM VALIDADE EM TODO O BRASIL?

 

Apenas 2 registros validam nacionalmente um

certificado na área da massagem. Saiba mais

ANATOMIA HUMANA - CORPO HUMANO

O estudo da anatomia tem evoluído muito com o apoio da tecnologia. Através da internet, possibilitamos conteúdo informativo referente a esta importante ciência. Leia mais...

 

 

MODELOS ANATÔMICOS

Para conhecer alguns modelos anatômicos clique aqui

Visitas
1713465

A Dor deve ser combatida?

 


O que é a "Dor"? Não como ela é, mas o que é? Singelamente falando, a dor é um "alarme", um sinalizador de que algo não esta bem. Vamos usar o exemplo do "alarme": Quando colocamos um alarme numa casa esperamos que ele funcione nos dizendo, informando, quando nossa casa estiver sendo ameaçada. Pois bem, digamos que ele comesse a soar as 4h da manhã. O que faríamos? Investiríamos contra ele, indignados por nos ter acordado e o desligaríamos voltando à dormir? Certamente não faríamos isso. Nossa primeira preocupação seria "por que ele disparou". Quem invadiu nossa casa? Não voltaríamos a dormir até descobrirmos isso. Ora, se este é o proceder correto sobre os "alarmes" que disparam, por que mudá-lo no caso da DOR? Não obstante é o que vem ocorrendo. O uso indiscriminado de relaxantes musculares, analgésicos, antiinflamatórios, tratamentos fitoterápicos e, por que não dizer, a própria aplicação da massagem, todos estão sendo usados visando a eliminação da DOR. O paciente faz sua queixa e o terapeuta apressa-se em proporcionar-lhe o alívio tirando-lhe a DOR, ou seja, desligando o alarme, ficando feliz quando percebe que foi bem sucedido no seu intento. Voltemos ao exemplo da casa. O que acharíamos se o dono da casa desligasse o alarme ficando feliz por ter acabado com o barulho e, tranquilamente, voltasse à dormir? Na verdade quem ficaria mais satisfeito seria o "ladrão". Então, se o raciocínio apresentado é tão óbvio, por que tantos agem desta forma, em prejuízo do paciente? Parece estar faltando reflexão.



O que nós, terapeutas, deveríamos fazer? Em primeiro lugar descobrirmos a causa da dor, seu histórico. Nas dores oriundas da coluna vertebral ou de seus comprometimentos como a tendinites, bursites (não traumáticas), epicondilites, capsulites "síndrome do túnel do carpo", dores de cabeça, tonturas, labirintite, dificuldades respiratórias, problemas gástricos, câimbras, e outros, sempre encontramos o verdadeiro vilão na Alteração nos Desvios do Eixo da Coluna (ADEC) pela Má Postura (MP). Simples não? Mas quantos terapeutas iniciam o "TRATAMENTO" de seu paciente pela correção postural? Lembro-me de uma paciente que me procurou com o diagnóstico de epicondilite. Ela pediu ao seu terapeuta a origem desta epicondilite e a resposta foi: Tu tens o que chamamos de "Síndrome dos micro traumas repetitivos mal absorvidos" (hoje: LER - DORT). Ela era digitadora, foi devidamente medicada e encaminhada para sessões de fisioterapia que tinham por objetivo tirar-lhe a dor. Pois a dor passou e voltou. Não se buscou o "vilão" responsável. Se a paciente tivesse o discernimento de perguntar ao seu terapeuta: Por que os micro traumas repetitivos não mais estavam sendo absorvidos? Ele, certamente, saberia dizer-lhe que aquele músculo que ali se inseria estava demasiadamente tenso, contraído ao ponto de seu tendão desprender-se do osso, e era isto que lhe provocava a dor. Mas se ela insistisse e perguntasse ao terapeuta: Por está contraído? Então ele lhe diria que uma raiz nervosa, por estar irritada, fazia contrair a musculatura da região (arco reflexo) dificultando a "limpeza das toxinas" além de, por estar se desprendendo, ocorrer uma inflamação no local. Se nossa paciente abusasse da boa vontade do terapeuta e continuasse a questioná-lo a próxima pergunta seria: Por que esta raiz nervosa está sendo irritada? A resposta viria: Tu, quando baixas e inclinas a cabeça para o lado ao digitar, projetas um ou mais de teus discos intervertebrais da coluna cervicais sobre raízes nervosas ou estruturas inervadas provocando a irritação que, por sua vez, fazem contrair a musculatura que inervam dificultando a limpeza pelo retorno venoso, além de forçar a inserção muscular (poderia ser no ombro cotovelo ou carpo) além de diminuir o espaço articular, entendeu? Então, diria ela, o meu problema está na maneira como trabalho? O terapeuta teria que admitir que sim. Viram, o "vilão" era a ADEC gerada pela MP. Sendo assim, do que adiantaria os antiinflamatórios, relaxantes musculares, sessões de fisioterapia, infiltrações, massagens na região se a postura de trabalho não fosse corrigida. Tudo que se faria teria por objetivo "desligar o alarme" e não "prender o ladrão". Agora pensem: quantos dos que se intitulam terapeutas tem esta preocupação, ou seja, a de procurar onde está a ADEC gerada pela MP (poderá estar no trabalho, lazer ou descanso)? Quantos se preocupam com a correção postural? Muitas vezes uma simples troca de colchão resolve o problema. Com certeza a "verdadeira cura" esta em tirar o "A" da ADEC, deixando apenas DEC. O que se faz depois se destina a apressar a cura, nada mais.

 

 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Aviso Legal
Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização, exceto quando citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site SOS CORPO, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas relacionados à massoterapia e suas técnicas expressando tão somente o ponto de vista do seu respectivo autor. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico. © Copyright 1998, 1999, 2000, 2001,2002,2003,2004,2005,2006,2007,2008,2009,2010,2011, 2012 – ESCOLA SOS CORPO LTDA. - ME - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.