“A vida somente poderá ser vivida entre a partida e a chegada, aproveite a viagem”

-Rubens José Balestro
Diretor


Mais Lidas

Depoimentos

“O melhor desse curso é que estou levando comigo muito mais do que vim buscar.”

-Sirley Nossa de Oliveira
NA SOS CORPO TIVEMOS ESTUDANTES DE
TODOS OS ESTADOS DO BRASIL E DO EXTERIOR

Temos uma maneira de você também

estudar nesta Escola, confira.

Siga a SOS Corpo

ENTRE EM CONTATO COM A ESCOLA

contatos@soscorpo.com.br

 

 

 

 

QUANDO UM CERTIFICADO TEM VALIDADE EM TODO O BRASIL?

 

Apenas 2 registros validam nacionalmente um

certificado na área da massagem. Saiba mais

ANATOMIA HUMANA - CORPO HUMANO

O estudo da anatomia tem evoluído muito com o apoio da tecnologia. Através da internet, possibilitamos conteúdo informativo referente a esta importante ciência. Leia mais...

 

 

MODELOS ANATÔMICOS

Para conhecer alguns modelos anatômicos clique aqui

Visitas
1755417

Massagem Neurocirculatória

A Massagem Neurocirculatória deriva do estilo Sueco de massagem que foi desenvolvido no século XIX, na Suécia pelo Sr. PER HENRIK LING (15 /11/1776 – 03/05/1839) um teólogo e mais tarde terapeuta sueco, considerado pai da Educação Física Moderna e o pai da influência médica nas atividades físicas.

Ling estudou os efeitos do exercício sobre a sua própria reabilitação, pois era mestre em esgrima sofrendo com um braço comprometido.

Ling desenvolveu o sistema de exercício conhecido como ginástica médica. Para Ling, os movimentos do exercício eram divididos em quatro ramos: médicos, educacionais, militares e estéticos. Na massagem, Ling combinava os movimentos de vários estilos já conhecidos de massagem, entre elas, o Tui-Ná, uma milenar massagem oriental e outros estilos da medicina tradicional baseadas nas técnicas praticadas na antiguidade por gregos, romanos e outros.

A Massagem Sueca consiste basicamente em 5 movimentos (longos, circulares, transversais, arrados e fricções) além de alongamentos e manipulações no sentido do fluxo sangüíneo, para melhorar a circulação.

A massagem Neurocirculatória assim se denomina, não por se utilizar de manobras diferentes das da Massagem Sueca (muitas o são), mas especialmente por nos darmos conta que estes movimentos atuam, em primeiro plano, sobre dois sistemas do corpo, o Sistema Nervoso e o Sistema Circulatório.

Os efeitos produzidos nestes sistemas acabavam provocando reações em outros como no Sistema Urinário, Respiratório, Digestório, Glandular Endócrino e em tecidos como no Tegumentar, Adiposo, Muscular e Ósseo. Este conhecimento permitiu melhor direcionar as manobras para se obter o efeito desejado.

Entre os entendimentos obtidos está o que, as manobras Superficiais atuam no Sistema Nervoso produzindo três efeitos:

Relaxamento, excitação e analgesia.

Quando os movimentos (manobras) são feitos de maneira Lenta e Superficial (LS), os sensores na pele (Corpúsculo de Meissner - Tato (presentes nas regiões mais sensíveis da pele), Corpúsculo de Krause - Frio, Corpúsculo de Ruffini - Calor) levam estas sensações, via Sistema Nervoso Periférico Sensor (SNP-S) ao Sistema Nervoso Central (SNC) que as interpreta como não perigosas. A lentidão dos movimentos leva à monotonia, estado no qual o cérebro produz Ondas Alfas, precursoras do sono, monitorado pelo Sistema Nervoso Parassimpático (SNA-PS) que inibe o Sistema Nervoso Autônomo Simpático (SNA-S) permitindo o relaxamento, o sono e o combate ao Stress.

Quando os movimentos (manobras) são feitos de maneira Rápida e Superficial (RS) os mesmos sensores na pele mencionados anteriormente levam estas sensações, via Sistema Nervoso Periférico Sensor (SNP-S), ao Sistema Nervoso Central (SNC) que as interpreta como "abundantes", necessitando para serem interpretadas, elevada atividade cerebral. Este é o estado propício para ocorrer a neuroplasticidade, muito benéfica na recuperação de AVC/DVE.

Ambas as maneiras (LS – RS) podem provocar Analgesia, o alívio de dores. Há algumas teorias sobre como isso se dá. Uma delas é a das “Comportas da Dor” que justifica a analgesia por serem as sensações de tato, calor, frio, informações que trafegam por fibras de grosso calibre, do tipo A, que são de rápida velocidade, já os estímulos da dor são transmitidos através da fibras de calibre menor, do tipo C, que são lentas.

Assim, as informações que transitam pelas A chegam primeiroao corno posterior da medula, e despolarizam a substância gelatinosa de Holando, impedindo que os estímulos da dor passem para o tálamo. Desta maneira, as comportas ou portões da dor são fechados.

Outra é a teoria na qual “O SNC prioriza as sensações do presente em detrimento das do passado”. Aplicando esta última à massagem superficial, esta, por levar ao SNC sensações que refletem o presente, como o tato, o calor ou frio, a pressão das mãos, recebem “a preferência” de atenção em detrimento da “dor” que representa o passado, ocorrendo desta maneira a analgesia.

Esta segunda teoria, por exemplo, responde porque uma nova dor pode nos fazer desperceber daquela já existente e que representa o passado. Compreendemos desta maneira o motivo pelo qual, instintivamente, quando nos machucamos, passamos a mão, assopramos, esquentamos e até mesmo apertamos o local machucado para, na verdade, reduzir ou elimina a dor.

De qualquer maneira, o fato é que, toques suáveis sobre a pele, carregados de calor ou frio, têm a capacidade de, por instantes, propiciar uma analgesia que poderá ser usado pelo terapeuta para, em seguida, aplicar uma manobra mais profunda, sem que esta seja desconfortável para o paciente.

Quanto as manobras profundas, estas atum notadamente no Sistema Circulatório, aliás, pode-se dizer que as manobras profundas otimizam as trocas de líquidos.

De que líquidos estamos falando?

Sabemos que somos feitos de, aproximadamente, 70% de água. Destes 70%, 50% estão dentro das células e 20% formam os líquidos extracelulares. Destes 20%, 13,5% estão dentro dos vasos, 4,5% formam o Líquido Intersticial e os 2% restantes se distribuem nos demais líquidos do corpo (Líquor, líquido sinovial, serosas, sêmen, humor aquoso e vítreo, saliva, suco pancreático, bile e outros.).

Exemplificando:

Uma pessoa com 70kg teria, em sua composição, aproximadamente 49 litros de água. Destes 49 litros, 35 litros estariam dentro das células. Os 14 litros restantes formariam a totalidade dos líquidos que estão fora das células. Considerando os líquidos extracelulares, 9,5 litros estiam nos vasos (sangue e linfa), 3,2 litros seria Líquido Intersticial e 1,4 litros seria composto pelos demais líquidos do corpo. A pressão da massagem pode atuar no líquido que está nos espaços intersticiais (3,2 litros) e nos líquidos que estão nos vasos (9,5 litros), ou seja, em 91% dos líquidos extracelulares e que podem "trocar" de lugar.

Quando se faz pressão, os espaços celulares se comprimem, expulsando parte do líquido intersticial que se torna sangue venoso ou linfa (que mais tarde se tornará sangue venoso).

Ao aliviarmos a pressão o espaço intersticial é tomado pelo líquido que era sangue arterial, sendo agora líquido intersticial. O sangue venoso e o arterial são o mesmo líquido, com a diferença que o arterial, por ser um venoso que visitou o pulmão, está mais rico em oxigênio.

O sangue transporta muitas outras coisas além dos gases, A nutrição dos tecidos é feita por ele. Quando consideramos os hormônios como mensageiros químicos, o sangue é o "correio" que leva estas mensagens.

Quando o sangue passa pelos rins, é purificado por lá deixar aquilo que o organismo julga desnecessário.

Sendo assim, pode-se dizer que os líquidos circulatórios estão diretamente envolvidos na limpeza (desintoxicação) dos tecidos e na sua nutrição. Ter uma boa circulação significa estar em condições de colaborar com o metabolismo celular por ofertar nutrientes e levar os anabólicos ou catabólicos resultantes da metabolização.

No corpo, há ocasiões em que esta troca de líquidos não ocorre como deveria. Quando isto acontece, o corpo sofre de duas maneiras. Nos tecidos que não conseguem livrar-se de suas toxinas pode se desencadear um processo inflamatório. O outro sofrimento se dá pela desnutrição por falta de oferta devido a circulação comprometida.

O terapeuta deverá saber identificar quando a massagem terá como objetivo a desintoxicação ou a nutrição.

Para se obter o efeito desintoxicante a massagem deverá ser profunda, mas lenta (LP), desta maneira se evitará maiores desconfortos, em especial se o movimento for precedido de movimentos LS que provocam analgesia, e também não correrá o risco de danificar tecidos.

Quando o que se procura na massagem é a nutrição, não havendo inconvenientes, a massagem poderá ser efetuada de forma profunda e rápida (RP). Usa-se esta forma de massagem nos desportos e na estética.

Quando preconiza-se a massagem RP tem de haver certeza de que ela poderá ser aplicada, ou seja, que o tecido está em condições (limpo) para recebê-la, do contrário seria como servirmos a mesa em pratos sujos.

A massagem RP também poderá proporcionar efeitos de tonificação se técnicas adicionais forem aplicadas.

Ao refletirmos sobre os diferentes efeitos da massagem percebemos da necessidade do conhecimento da realidade do paciente. É a sua necessidade e não a nossa vontade que determinará como a massagem se dará.

Para ilustrar diferentes necessidades numa mesma pessoa, tomemos o caso de um atleta.

Antes da competição, se foi liberado pelo departamento médico, o terapeuta tratará de nutri-lo com uma massagem RP e a finalizará com uma RS que fará a excitação do sistema nervoso, deixando-o alerta para a competição.

Após a atividade, devido ao desgaste, provavelmente o atleta sinta dores, estando seus tecidos repletos de toxinas (ácido lático) pelo elevado metabolismo celular a que foi submetido, sem falarmos de possíveis contusões.

Agora a abordagem deverá ser diferente, o paciente necessita de analgesia e desintoxicação. Não é necessário fazer a massagem em diferentes etapas, bastará que, na preparação do movimento ocorram manobras LS para depois se executar o movimento de forma lenta e profunda. Nova preparação LS e novo movimento LP.

Por que Massagem Neurocirculatória?

Importa destacar que, apesar da semelhança entre as manobras, o entendimento do que ocorre quando são aplicadas e de como são aplicadas é diferente do descrito pelo pai da massagem ocidental Per Henrik Ling. Sendo assim, para não fazermos uma coisa e dizermos outra, parece-nos apropriado chamar este conjunto de conhecimentos e movimentos de MASSAGEM NEUROCIRCULATÓRIA. Desta maneira, estaremos destacando seus efeitos, tornando mais clara sua aplicação.

Passos para uma sessão de massagem Neurocirculatória:

a) Verificar se há contraindicações (ficha de anamnese).

b) Planejar o trabalho que será feito para não ultrapassar o tempo (50 min. para massagem profunda).

c) Aferir a Pressão Arterial para saber se o paciente pode deitar-se (será mais seguro quando inferior a 150/90).

d) Executar a massagem.

e) Oferecer água (200 ml).

Manobras de Massagem Neurocirculatória

Deslizamentos.

- Superficial:

Bloqueia a condutibilidade sensitiva. Deve ser aplicada ao iniciar-se a massagem e sempre após cada manobra sendo leve e suave. Tem efeito calmante e analgésico. É indicada nos casos de Estresse.

Profundo:

neuro2
(Imagens de http://www.belezain.com.br/massoterapia/movimentos_mass.asp)

Promove um escoamento mais rápido do sangue venoso e da linfa. Deve ser sempre em direção à circulação de retorno. É mais enérgica que o deslizamento suave.

Amassamento.

neuro1
(Imagens de http://www.belezain.com.br/massoterapia/movimentos_mass.asp)

Provoca a desintoxicação das fibras musculares e a nutrição celular podendo combater a flacidez e modelar o tecido adiposo. Deve atingir pele e músculos. Os movimentos são feitos com o polegar de um lado e as extremidades dos dedos indicadores, médio, anelar e mínimo do outro lado da porção muscular a ser trabalhada. Polegar de uma mão contra indicador e médio da outra também serve ao propósito.


Pinçamento.

neuro4
(Imagens de http://www.belezain.com.br/massoterapia/movimentos_mass.asp)

É indicado para ativação muscular e combate à flacidez. Deve ser executado com as extremidades dos dedos polegar, indicador e médio. Pinçando pequena quantidade de músculos com uma e outra mão alternadamente ou em forma de “C” com os dedos polegar e indicador. É usado para uma porção maior de músculos.



Percussão.

Estimula através da contração das fibras musculares a circulação e a tonicidade muscular. Pode ser executada das seguintes maneiras:

a) Com os punhos fechados (músculos profundos).

b) Com o bordo cubital das mãos.

c) Em ar comprimido (mãos em concha).

d) Em cuteladas.

c) Com o dorso dos dedos.

Não poderá ser uma manobra pesada, imprimindo-se apenas o peso dos punhos soltos.

Deve ser executada seguindo a orientação das fibras musculares. Não utilizar esta manobra em regiões sem apoio ósseo (abdômen).

Fricção.

neuro3
(Imagens de http://www.belezain.com.br/massoterapia/movimentos_mass.asp)

É uma espécie de deslizamento profundo executado de modo energético e rápido, visando modelar gordura localizada.


Vibração.

neuro6
(Imagens de http://www.belezain.com.br/massoterapia/movimentos_mass.asp)

Atua sobre as terminações nervosas sensitivas superficiais, por ação calmante, antiespasmódica e analgésica. Quando aplicada com energia pode ter efeitos de estimulação da musculatura profunda e do tecido ósseo (Osteoporose).



Rolamento.

neuro5
(Imagens de http://www.belezain.com.br/massoterapia/movimentos_mass.asp)

É executado basicamente nos membros inferiores e superiores. Proporciona uma leve ativação e relaxamento local. Deve ser aplicado na conclusão da massagem do membro.

As mãos do massagista colocam-se espalmadas uma de cada lado do membro e percorrem-no deslizando com certa vibração.

Efeitos Fisiológicos da Massagem

Sabemos que no nosso organismo qualquer estímulo desenvolve um reflexo motor ou visceral: o reflexo motor se traduz por um movimento ou deslocamento do corpo ou parte do mesmo, enquanto que o visceral se evidencia por uma modificação funcional.

As excitações cutâneas, provocadas pelas manobras da massagem, têm a propriedade de desencadear alterações sobre os músculos esqueléticos e lisos, sobre vasos sangüíneos superficiais e profundos, atingindo também órgãos, glândulas, e Sistema Nervoso.

Sobre o Sistema Nervoso

A Massagem Neurocirculatória atua sobre o sistema nervoso por sensibilizar os folículos sensores encontrados na pele (Tato, Calor, Frio e Pressão).

Quando esses "sensores" são sensibilizados podemos produzir 3 efeitos: Efeitos calmantes do SNC por indução ao Parassimpático (movimentos lentos e superficiais), excitantes do SNC (movimentos rápidos e superficiais) e analgesia.

Isto, geralmente, é o que basta para se conseguir “quebrar” o ciclo de DOR / TENSÃO / CONTRAÇÃO / DOR. Este efeito é evidenciado pela diferença na velocidade de percepção que o SNC tem com respeito aos estímulos cutâneos (Teoria das Comportas da Dor) ou, conforme a teoria em que a analgesia ocorre pelo SNC priorizar as sensações do presentes em detrimento das do passado. Sabemos também que a massagem tem a propriedade de incrementar o peristaltismo quando feita sobre uma região onde estes movimentos existam.

Sobre o Tecido Tegumentar:

Mediante a troca de líquidos (arterial / intersticial / intracelular / linfático ou venoso) temos a revitalização dos tecidos por desintoxicação e nutrição dos mesmos.

Sobre o Tecido Adiposo:

O favorecimento da troca de líquidos implicará na melhora da circulação periférica que dá condições aos adipócitos, em especial os superficiais, de "manterem" sua carga, impedindo a sedimentação que dá origem à celulite.

Sobre o Tecido Muscular:

A massagem desintoxica a musculatura pelo retorno venoso e linfático, nutre e, dependendo das manobras utilizadas, pode tonificá-la.

Sobre o Tecido Ósseo:

Está provado, mediante trabalhos científicos, que o contato do músculo com o osso (fáscia no periósteo) previne e combate a Osteoporose.

Sobre o Sistema Digestivo:

Quando feita sobre o "quadrado intestinal" previne e combate a constipação intestinal.

Sobre o Sistema Glandular Endócrino:

Através da troca de líquidos recupera hormônios "perdidos" possibilitando que encontrem seus "alvos".

Sobre o Sistema Linfático - Imunológico:

Colabora com o retorno linfático formando "nova linfa" através da pressão nos tecidos. Melhora as defesas por ativar a circulação dos linfócitos e direcionar mais "liquido" para os Linfonodos.

Sobre o Sistema Respiratório:

Com manobras adequadas (percussão / tapotamento) obtêm-se melhoras nos brônquios e bronquíolos.

Sobre o Sistema Urinário:

A troca de líquidos nos tecidos obriga o sistema urinário a depurar o sangue fazendo urina. Isto colabora com a "limpeza” do próprio sistema.

Sobre o Sistema Circulatório:

Por sua ação mecânica, a massagem Neurocirculatória facilita o retorno venoso e linfático. O trabalho do terapeuta pode fazer com que tecidos com pouca circulação sejam alcançados Com este incremento circulatório todos os órgãos melhoram.

Contraindicações

A massagem Neurocirculatória PROFUNDA é contraindicada em algumas situações, tais como: doenças de pele (infectocontagiosa), insuficiência renal crônica, flebite, trombose, fraturas recentes, varizes estabelecidas, sobre tumores malignos ou benignos, local com edema, hiperestesia da pele, gravidez de risco (sangramento), doenças contagiosas, placas, próteses, osteoporose severa.

Obs. Em muitos casos o Massoterapeuta poderá buscar alternativas de tratamento em outras técnicas como a Drenagem Linfática pelo Método Propeli, Massagem Osteossensibilizante, Sensibilização Podal ou Auricular, etc.

Programa

- Definição;

- Fundamentação Teórica;

- Mecanismos de atuação;

- As quatro variantes das manobras e seus efeitos;

a) Lenta e Superficial / Atua no Sistema Nervoso produzindo Relaxamento e Analgesia;

b) Lenta e profunda / Atua no Desintoxicação Muscular;

c) Rápida e profunda / Atua na Nutrição e, ou, Tonificação Muscular;

d) Rápida e Superficial / Atua na Excitação do Sistema Nervoso - AVC / DVE;

- Anatomia e fisiologia do sistema musculoesquelético;

- Ficha de anamnese.

- Indicações e Contraindicações;

As manobras de:

- Deslizamento Superficial;

- Deslizamento Profundo;

- Amassamento;

- Pinçamento;

- Percussões (5 maneiras);

- Fricção;

- Vibração;

- Rolamento.

Os efeitos:

- Sobre o Sistema Nervoso;

- Sobre o Tecido Tegumentar;

- Sobre o Tecido Adiposo;

- Sobre o Tecido Muscular;

- Sobre o Tecido Ósseo;

- Sobre o Sistema Digestório;

- Sobre o Sistema Glandular Endócrino;

- Sobre o Sistema Linfático – Imunológico;

- Sobre o Sistema Respiratório;

- Sobre o Sistema Urinário;

- Sobre o Sistema Circulatório.

Entrega de apostila e certificado.

Docente: Prof. MS. Rubens Balestro DIFEP POA/RS nº 1.956 / CREFITO nº 174.609-F

Pague em até 12 Vezes pelo PagSeguro

Para maiores informações ligue gratuitamente, mesmo de celular, para o 0800-541-2697 ou escreva para contatos

 
 

No curso de MASSAGEM NEUROCIRCULATÓRIA você recebe qualificação para intervenção em:

 

Obs. Caso você tenha formação apenas em MASSOTERAPIA em alguns dos procedimentos será necessária a parceria com outro profissional da saúde que, dependendo do tipo da intervenção, poderá ser o médico, o fisioterapeuta, o educador físico ou o nutricionista.

Necessidade de relaxamento do Sistema Nervoso Central por indução ao Parassimpático;

Necessidade de analgesia;

Necessidade de estimular a Neuroplasticidade;

Necessidade de desintoxicação do tecido muscular;

Necessidade de tonificação do tecido muscular;

Necessidade de nutrição do tecido muscular;

Modelagem do tecido adiposo;

Constipação intestinal;

Otimização da troca de líquidos nos tecidos;

Etc.

 

Aviso Legal

Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização, exceto quando citada a fonte - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site SOS CORPO, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas relacionados à massoterapia e suas técnicas expressando tão somente o ponto de vista do seu respectivo autor. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico. © Copyright 1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017 – ESCOLA SOS CORPO LTDA. - ME - Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados.